7 de fevereiro de 2011

Another one

Eu fiz tudo por você. Sim, tudo. Eu gritei, chorei, menti, protestei, sangrei, e agora, cheguei no ponto final. Agora eu cresci. Vi que você era só mais um. Vi que na verdade você não passava de uma mentira; um mentiroso. Estou orgulhosa por de mim, por finalmente conseguir ver a verdade. Você foi só mais um, mas eu não, eu fui a única. Uma pena você não ter visto isso. E sobre você? Seu castigo? Eu só vou deixar você viver sua vida, porque, sinceramente, ela é patética.

3 comentários:

Mariana Coelho disse...

" Você foi só mais um, mas eu não, eu fui a única.".

Concordo e não concordo, Anna. Tipo, as vezes nós sofremos verdadeiramente por pessoas que não merecem, mas no fundo, elas acabam por nos fazer crescer, não é?

Beijos,

www.tripolaress.blogspot.com

Mariana Coelho disse...

Ah, mudei o endereço do blog o.o

http://snowbooksowlsplush.blogspot.com/

Anna Chagas disse...

Exatamente! E o que se pode aproveitar dessas burrices, que algumas pessoas chamam de paixão, é como não cair de novo.
Awn, adorei o nome novo UAEHEAUHEAUH *-*