11 de fevereiro de 2011

She live in a fairytale

Ela esperava pelo seu príncipe quando o relógio bate a meia noite. O sapato de cristal desliza sutilmente para fora de seu pé. E assim tudo começou. A maçã envenenada. A rosa encantada. Um pouco de final feliz, uma dose de bruxas malvadas e, é claro, um grande amor. Felizes para sempre.
 Então o mundo cai sobre seus ombros. As lembranças, as lágrimas. Quem você realmente é. O mundo real não parou por sua causa, lembra? Ele nunca para. E mesmo que ele seja chato, frustrante e um tanto que canibal, ele é a realidade. E mesmo que a realidade seja uma droga, ela continua sendo a única coisa que nos resta.

4 comentários:

Mariana Coelho disse...

Pois é. Eu vou dormir todos dias pensando nisso.

snowbooksowlsplush.blogspot.com

Anna Chagas disse...

Vou levar isso como um elogío (:
Obrigada, Mariana õ/

anna luísa. disse...

Nossa adorei o texto.E foi meio que um "conselho" pra mim!

Depois dá uma passada lá: http://ihaveinmybag.blogspot.com/
xoxo

Anna Chagas disse...

Obrigada, Anna :D