18 de fevereiro de 2011

A perfect life

 A imperfeição - como diz o nome - não é perfeita. Mas é isso que a torna especial; diferente. Por que se não fossemos diferentes, qual graça iria ter? Se não cometêssemos erros, como aprenderíamos lições? E se não cairmos, como vamos levantar? Porque todos esse sentimentos incontroláveis, toda essa culpa, essa raiva é normal. Faz parte de nós. Eu amo a imperfeição. Elas nos faz o que somos. Elas nos faz únicos.

4 comentários:

Mariana Coelho disse...

Tem toda razão. Pessoas perfeitas são enjoativas, mas lindas, mas geralmente, são as que mais nos faz sofrer.

Anna Chagas disse...

Pessoas perfeitinhas demais sempre tem algum defeito que costumam esconder. Todas as pessoas que eu pensei serem perfeitas, eu estava enganada.

Ju disse...

Anna, concordo muito contigo. As imperfeirções e os defeitos nos fazem únicos e humanos. E eu não sei porque o nosso cérebro ainda acha que existem pessoas perfeitas, né?

"Se não cometêssemos erros, como aprenderíamos lições? E se não cairmos, como vamos levantar?" Como vamos ver um arco-íris maravilhoso se não vier uma tempestade antes??

Beijão!!

www.pessoaesdruxula.blogspot.com

Anna Chagas disse...

Ju, adorei o exemplo. Ás vezes parece que o nosso cérebro é sádico, gosta de nos ver sofrer, nem que seja por coisas bobas.

Beijos :*